Pandemia, crise e as avaliações de Acreditação

Não diferente de outros segmentos, é sábio reconhecer que a Gestão na Saúde vive um momento de incertezas, adaptações e apostas. Da mesma forma, os sistemas de certificação e acreditação devem se adaptar no pós pandemia. Mas como serão os processos e avaliações de manutenção, certificação e re-certificação de Acreditação quando a pandemia acabar?

Na realidade dos Sistemas de Gestão da ISO, o Inmetro têm emitido uma série de comunicados oficiais sobre a atuação e os programas de acreditação e certificação diante da pandemia COVID-19.

Dentre eles, ofícios circulares que determinam a suspensão das avaliações de acreditação da Coordenação Geral de Acreditação (nº 4/2020/DICOR/CGCRE-Inmetro); Em outro ofício (nº 5/2020/DICOR/CGCRE-Inmetro), o órgão orienta que as certificadoras devem seguir seus próprios procedimentos, isto pode incluir suspensão de certificados ou adiamento de eventos sem prejuízo do processo de manutenção da certificação (inclusive pode envolver maneiras alternativas de auditar uma organização, se julgar apropriado, como auditorias remotas via Skype ou outra ferramenta, o que pode envolver formas adicionais para enviar as evidências, gravação, com visitas em campo postergadas para o pós COVID-19).

Em um dos seus ofícios circulares, de número 2/2020/Cgcre, a Coordenação Geral de Acreditação informa a retomada das avaliações de acreditação presencial a partir de 03 de agosto de 2020.

Já os planos para as metodologias de acreditação na saúde nacionais ou internacionais, pelas instituições acreditadoras, ainda não foram disseminados em sua totalidade.

Na realidade da acreditação na saúde, nossa recomendação é consultar a sua instituição acreditadora para entender quais as regras foram adotadas neste período crítico para a manutenção da certificação e re-certificação.

Quanto ao futuro, duas instituições acreditadoras da metodologia brasileira (ONA – Organização Nacional de Acreditação), compartilharam informações em seus canais oficiais que podem demonstrar o que esperar para as avaliações de acreditação no pós-pandemia.

Em suas redes sociais, o Instituto Brasileiro para Excelência em Saúde (IBES), compartilhou um novo método de avaliação de manutenção da certificação: remota. A instituição acreditadora compartilhou informações sobre testes para essa metadologia, conforme a imagem abaixo (disponível aqui).

O IQG – Health Services Accreditation, outra instituição acreditadora, disponibilizou um link em seu site sobre “Avaliação Digital“, onde respondem uma série de perguntas de como acontecerão estas avaliações remotas.

Entre as perguntas, destacamos algumas aqui em nosso blog:

As avaliações digitais irão substituir permanentemente as avaliações presenciais?

Não será uma substituição total do presencial pelo digital. A metodologia internacional entende que podemos ter um modelo híbrido, alternando pela fase do processo, compromisso da organização e tempo da acreditação.

Quanto tempo leva uma avaliação digital?

Os módulos de avaliação serão divididos em blocos de 40 minutos. O processo todo terá 4 blocos com grupos diferentes e um último bloco de fechamento com o Time de liderança.


Neste momento, a única certeza que temos é que o futuro é incerto, mas precisamos nos antecipar e construí-lo, juntos, pois estamos todos no mesmo barco.

A Acredite Assessoria vem trabalhando com clientes e parceiros na busca por soluções em meio a problemas e dúvidas. É importante ativar o modo “contingência” e buscar a retomada ou a chegada do novo normal com o menor impacto possível, o que inclui as adaptações das visitas de acreditação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *